domingo, 18 de março de 2018

Por que todo o mundo ia atrás de São Francisco

São Francisco, Mosteiro da Luz, São Paulo, pintura de teto realizado pelas freiras em clausura no mosteiro.jpg
São Francisco, Mosteiro da Luz, São Paulo,
pintura de teto realizado pelas freiras em clausura no mosteiro.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Estava uma vez São Francisco no convento da Porciúncula com Frei Masseo de Marignano, homem de grande santidade, discrição e graça em falar de Deus; pela qual coisa São Francisco o amava muito.

Um dia, voltando São Francisco de orar no bosque, e ao sair do bosque, o dito Frei Masseo quis experimentar-lhe a humildade.

Foi-lhe ao encontro e, a modo de gracejo, disse:

— “Por que a ti? Por que a ti? Por que a ti?”

São Francisco respondeu:

— “Que queres dizer?”

São Francisco, anônimo do século XIII.
Disse Frei Masseo:

— “Por que todo o mundo anda atrás de ti e toda a gente parece que deseja ver-te e ouvir-te e obedecer-te?

“Não és homem belo de corpo, não és de grande ciência, não és nobre: donde vem, pois, que todo o mundo anda atrás de ti?”

Ouvindo isto, São Francisco, todo jubiloso em espírito, levantando a face para o céu por grande espaço de tempo, esteve com a mente enlevada em Deus.

E depois, voltando a si, ajoelhou-se e louvou e deu graças a Deus.

E depois, com grande fervor de espírito, voltou-se para Frei Masseo e disse:

— “Queres saber por que a mim? Queres saber por que a mim? Queres saber por que todo o mundo anda atrás de mim?

“Isto recebi dos olhos de Deus altíssimo, os quais em cada lugar contemplam os bons e os maus.

“Porque aqueles olhos santíssimos não encontraram entre os pecadores nenhum mais vil nem mais insuficiente nem maior pecador do que eu.

“E assim, para realizar esta operação maravilhosa, a qual entendeu de fazer, não achou outra criatura mais vil sobre a terra.

“E por isso me escolheu para confundir a nobreza, e a grandeza e a força e a beleza e a sabedoria do mundo.

“Para que se reconheça que toda a virtude, e todo o bem é dele e não da criatura, e para que ninguém se possa gloriar na presença dele.

“Mas quem se gloriar se glorie no Senhor, a quem pertence toda a honra e glória na eternidade”.




CRUZADAS CASTELOS CATEDRAIS HEROIS ORAÇÕES CIDADE SIMBOLOS
AS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário