domingo, 24 de julho de 2016

Da maravilhosa prédica, a qual fez Santo Antônio de Pádua,
ou Lisboa, em consistório

Santo Antônio, Sevilha
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




O maravilhoso vaso do Espírito Santo, meu senhor Santo Antônio de Pádua, também de Lisboa, um dos discípulos escolhidos e companheiros de São Francisco, ao qual São Francisco chamava seu vigário.

Pregando uma vez em consistório diante do Papa e dos cardeais (no qual consistório havia homens de diversas nações.

Isto é, gregos, latinos, franceses, alemães, eslavos e ingleses e de outras diversas línguas do mundo).

Inflamado do Espírito Santo tão eficazmente, tão devotamente, tão sutilmente, tão docemente e tão claramente e intuitivamente expôs e falou a palavra de Deus, que todos os que estavam em consistório, conquanto usassem línguas diversas, claramente lhe entendiam as palavras distintamente como se ele tivesse falado na língua de cada um.



Santo Antônio, Ambrose Benson, catedral de Segovia
E todos estavam estupefatos e lhes parecia que se havia renovado o antigo milagre dos apóstolos no tempo de Pentecostes, os quais falavam por virtude do Espírito Santo em todas as línguas.

E diziam juntos um para o outro com admiração:

‒ “Não é de Espanha este que prega? E como ouvimos nós em seu falar o nosso idioma?”

O papa semelhantemente considerando e maravilhando-se da profundeza das palavras dele, disse:

‒ “Este é verdadeiramente arca do Testamento e armário da Escritura divina”.

Em louvor de Cristo. Amém.



CRUZADAS CASTELOS CATEDRAIS HEROIS ORAÇÕES CIDADE SIMBOLOS
AS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Um comentário:

  1. Que alegria encontrar esse texto nesses dias em que celebramos a memória do Doutor Evangélico. Dia 13 passado eu fui à missa para celebrar a festa de Santo Antônio e pedir a sua intercessão por mim, e tive a graça de ouvir uma bonita pregação de um frade capuchinho, frade muito espiritual, e que mencionou esse trecho da vida do santo. :-)

    ResponderExcluir