quinta-feira, 12 de abril de 2012

O camponês avarento


Um dia Nosso Senhor Jesus Cristo, viajando na Alsácia, foi surpreendido pela noite à entrada de uma aldeia. Procurou uma casa onde pudesse pedir pousada, mas as portas todas estavam fechadas, não se via nem um raio de luz através das janelas.

Tudo estava adormecido. Apenas no fim de um beco se ouvia o barulho de um mangual com que se bate o trigo, e nesse sítio havia uma pequenina luz. Nosso Senhor dirigiu-se para lá, chegou rente ao muro de uma quinta e bateu à porta. Logo depois veio um camponês atender. Nosso Senhor lhe disse:
— Faz-me um favor de me dar agasalho por esta noite? Não se há de arrepender.