quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Cantiga 97: “Sempre acorrer a Nossa Senhora”

Esta cantiga nos conta como Santa Maria protegeu da morte a um súbdito do rei que havia sido caluniado.

“Nossa Senhora vem sempre nos socorrer, nos socorrer e salvar, e salvar ao coitado”.

Sobre isso, vos contarei um milagre que a Virgem fez em Cañete a um pobre servidor do rei. Os caluniadores inimizaram o rei contra ele, como eu bem sei, e queriam fazê-lo morrer.

De tal maneira o caluniavam que o rei o fez vir ante ele. E ele, com grande pesar e angústia, começou a chorar a rezou à Virgem tudo quanto podia.



Além do mais, doou à Igreja um rico pano, e se fez escravo de Nossa Senhora. Ele tinha por nome Mateus, e bem facilmente era conhecido na casa do rei.



Na igreja, após depositar seu dom, fez chorando sua oração e empreendeu o caminho para o castelo com grande medo no coração, pois temia ser punido ou morrer por causa da calúnia.

Quando chegou diante do rei, este enviou seus homens prende-lo. Mas ele encomendou-se intensamente a Nossa Senhora.

Isso feito, entrou no salão, tomou posição, e na presença do rei começou a falar assim:

‒ “Senhor, vos tendes me mandado procurar, e assim que eu vi vossa carta, eu vim aqui logo que pode e eis que eu estou aqui.”

O rei, respondeu-lhe assim, segundo ouvi:

Veja vídeo
Nossa Senhora
vem sempre nos socorrer
‒ “Eu quereria saber uma coisa de vós, se é verdade que fizeste, como dizem, tanto mal e tão descomunal.”

Respondeu ele:

‒ “Qual?”

O rei respondeu:

‒ “Tal e de tal maneira.”

Então disse ele:

‒ “Valha-me, Santa Maria, com teu poder! Isso que vos disseram Senhor, é mentira, e não há maior. Se Vossa Mercê dispõe, enviai ali um inquisidor vosso e melhor podereis ouvir os fatos por meio dele.”

Respondeu o rei:

‒ “Isso me apraz, e julgo que cumpres bem, e sempre quero agir assim, salvo em caso extremo.”

O monarca mandou um homem de paz para que fosse sem demora se informar da verdade dos fatos.

Esse homem partiu logo, e fez vir as pessoas da região para que expusessem a verdade dos fatos. E assim percebeu quanto tinham mentido e enganado ao rei.

Tudo o que ele ouviu, fez escrever e enviou ao rei. E quando o monarca abriu a carta e viu que desvendava a verdade, então lamentou todo o acontecido e julgo a falsidade daqueles que tinham caluniado aquele homem.

E logo o perdoou e lhe fez grandes dons. Aos intrigantes desprezou e nunca mais deu nada por eles, e desde aquele fato nunca quis mais acreditar em nada vindo deles.

Video: Nossa Senhora vem sempre nos socorrer



Desejaria receber 'Contos e lendas da Era Medieval' sem compromisso no meu Email

Nenhum comentário:

Postar um comentário